terça-feira, 6 de abril de 2010

DEIXA QUE NESSE VERÃO EU FAÇO SOL.


Tá certo que o nosso mal
Jeito foi vital
Pra dispensar o nosso tom;
O nosso som pausou.

E por tanta exposição
A disposição cansou.
Secou da fonte da paciência
E nossa excelência ficou lá fora.

Solução é a solidão de nós.
Deixe eu me livrar das minhas marcas;
Deixe eu me lembrar de criar asas.

Deixa que esse verão eu faço só.
Deixa que esse verão eu faço só.
DEIXA QUE NESSE VERÃO EU FAÇO SOL.

Só me resta agora acreditar
Que esse encontro que se deu
Não nos traduziu melhor.

A conta da saudade
Quem é que paga?
Já que estamos brigados de nada;
Já que estamos fincados em dor.

Lembra o que valeu a pena
Foi nossa cena não ter pressa pra passar.


O Teatro Mágico

A PARTIR DO MINUTO 7.20 !!!





7 comentários:

  1. E por tanta exposição, a disposição cansou.
    Magnífico isso.
    Bjkas

    ResponderExcluir
  2. Não evemos procurar culpados, mas seria tudo isso culpa da tal convivência...rs
    Gostei demai da forma como as palavras foram postas...
    No fim a certeza que fica é de que o que realmente valeu a pena foi a cena não ter tido pressa para passar...
    Talvez por isso ela ainda esteja guardada na lembrança...
    Um abraço na alma...bjo

    Compartilhando este belo texto...

    A vida me ensinaria, também, que não basta entender o olhar do outro. É fundamental ajudar o outro a decifrar, corretamente, o seu próprio olhar, com todos os enigmas, com toda sorte de exclamações, de interjeições, de interrogações e reticências que perpassam a vida de um ser humano.

    Armando Nogueira

    ResponderExcluir
  3. *suspiros*

    Pergunto dia após dia doce Lilian.

    A conta da saudade
    Quem é que paga?

    Quem é que paga?
    A conta da saudade
    Que ficara em seu lugar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente linda essa exposição, essas nuances da vida,,,do amor,,,dos desejos...beijos carinhosos de amizade e bom dia.

    ResponderExcluir
  5. Lila, Elcio, Hamilton, Everson,

    Este é Fernando Anitteli, do O Teatro Mágico. Todas as suas músicas são assim: poesia derramada!

    Beijos em todos :* e Boa Noite (rs)

    ResponderExcluir
  6. Fernando é o cara!

    ResponderExcluir

Escrevo para mim e para você.
Compartilhando pensamentos e sentimentos,
crescemos juntos!