domingo, 28 de março de 2010

A parte que me cabe



Cadê a fórmula que criaram para cristalizar momentos únicos?

Eu quero a parte que me cabe, pois não quero que isso se perca no tempo.

Sei que amanhã não haverá mais vontade, desejo, ânsia;

Não haverá mais procura e tampouco espera.

Exijo que me dêem minha fração de fórmula para que as coisas fiquem assim,

Em suspenso, em perspectivas possíveis.


lfg, 28 de março de 2010

6 comentários:

  1. Se encontrar, por favor não seja egoísta e me passe a fórmula!! rsrs!!!

    estou ligando!

    ResponderExcluir
  2. Idem!
    Encontrando-a, dê-me a parte que me cabe, e que seja uma fração generosa...rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Tão generosa quanto sempre tem sido!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Buscando textos antigos meus?
    Realmente somos temerários da negação.
    Subjulgamos que ao nos expormos colocamos aberto nosso peito, e sabemos que o "não" poderá nos perfurar sem o menor esforço para atingir nossos corações!

    Beijos Li!

    ResponderExcluir
  5. Sim, nos atingirá. Vai doer muito.
    Mas se não abrirmo-nos para a dor, tampouco nos abrimos para a satisfação (amor).

    Beijos querido (dia 11 hein!)

    ResponderExcluir
  6. Tens toda razão!
    Sem a dor não haverá exatidão!

    Me manda o link via msn!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Escrevo para mim e para você.
Compartilhando pensamentos e sentimentos,
crescemos juntos!